Obama anuncia fim de operações de combate no Iraque em 2010

28/02/2009

                                                  Por Ross Colvin e Jeff Mason

 QUARTEL CAMP LEJEUNE, EUA (Reuters) – O presidente Barack Obama anunciou na sexta-feira a retirada das forças de combate do Iraque dentro de 18 meses, e apresentou uma nova estratégia que prioriza a diplomacia e o envolvimento com inimigos como Irã e Síria.

 

Encerrar a guerra do Iraque permitirá a Obama ampliar o contingente no Afeganistão, que ele declarou ser a frente principal na luta dos EUA contra o terrorismo. Ajudará também a controlar o explosivo déficit público, previsto neste ano para 1,3 trilhão de dólares.

 

“Estamos deixando o Iraque para o seu povo, e começamos o trabalho de acabar com esta guerra”, disse Obama, quase seis anos depois de as forças dos EUA derrubarem o regime de Saddam Hussein, numa busca por armas de destruição em massa que afinal não foram encontradas.

 

A guerra foi enormemente custosa para os EUA e marcou o governo de George W. Bush. Resultou na morte de 4.250 militares norte-americanos e abalou a imagem externa do país.

 

“Escolhi um cronograma que irá remover nossas brigadas de combate ao longo dos próximos 18 meses. Deixem-me dizer isso o mais claramente que eu puder: até 31 de agosto de 2010, nossa missão de combate no Iraque irá terminar”, disse Obama, diante de esparsos aplausos da plateia de cerca de 2.000 marines no quartel Camp Lejeune, na Carolina do Norte.

 

Obama disse que entre 35 mil e 50 mil soldados permanecerão no Iraque para treinar as forças locais, proteger os projetos civis de reconstrução e realizar operações limitadas de contraterrorismo.

 

Ele salientou a intenção de retirar todas as tropas até o final de 2011, conforme um acordo entre Washington e Bagdá no ano passado, e, dirigindo-se diretamente ao povo iraquiano, disse que os EUA “não reivindicam o seu território nem os seus recursos”.

 

O secretário de Defesa, Robert Gates, disse ser favorável a uma presença militar modesta dos EUA para ajudar as forças do Iraque, mesmo após 2011, desde que Bagdá solicite.

“Minha opinião é de que deveríamos estar preparados para ter uma presença modestíssima para treiná-los e ajudá-los com seu novo equipamento, e fornecendo talvez apoio de inteligência”, declarou ele a jornalistas.

 

Obama disse que Washington perseguirá uma estratégia diplomática regional, ajudará a reassentar milhões de iraquianos expulsos pela violência e tentará ajudar as lideranças locais a resolver questões políticas que dividem o país.

 

“Os Estados Unidos irão buscar um engajamento com princípios e sustentável com todas as nações da região, e isso incluirá Irã e Síria”, disse.

 

Washington acusa Irã e Síria de interferirem nos assuntos internos do Iraque, acusação que o governo local nega. O governo Bush tentou dialogar com o Irã sobre a estabilização do Iraque, mas acusações mútuas prejudicaram o processo.

 

Obama disse que a retirada de tropas passa “um claro sinal de que o futuro do Iraque agora está sob sua própria responsabilidade”.

 

“Não podemos sustentar indefinidamente um compromisso que sobrecarregou nossos militares e irá custar ao povo norte-americano quase 1 trilhão de dólares”, acrescentou.

 

(Reportagem adicional de Andy Gray, Thomas Ferraro, Susan Cornwell e Steve Holland)

Reuters


Manuscrito de Da Vinci pode esconder autorretrato do artista

28/02/2009

Um esboço que durante cinco séculos ficou oculto sob um texto manuscrito em um dos cadernos de Leonardo da Vinci pode ser um autorretrato dele na juventude, de acordo com especialistas italianos que “envelheceram” o desenho para compará-lo com autorretratos do artista, feitos quando ele já era mais velho.
Escondido sob camadas de manuscrito numa página do “Códice sobre o voo dos pássaros”, o desenho foi identificado pelo jornalista científico italiano Piero Angela, que apresentou neste sábado imagens de sua descoberta na televisão estatal italiana RAI.

Estudando um fax de alta qualidade do códice, Angela primeiro detectou o esboço leve de um nariz sob o texto preto espesso da décima página do códice, disse ele em entrevista coletiva nesta sexta-feira (27). O estudioso convocou então a ajuda de historiadores da arte, especialistas forenses policiais e do departamento gráfico da RAI para converter em branco o texto preto que recobria o esboço, deixando-o da mesma cor que o papel. 

 

Foto: Reuters

Descoberta

Ao longo de meses de trabalho com micropixels, o designer gráfico Giovanni Stillitano pouco a pouco “removeu” o texto e revelou o desenho que há por baixo. O que emergiu foi o rosto de um homem entre jovem e de meia-idade, com cabelos longos, barba curta e olhar penetrante.

Primeiramente, os traços foram comparados a todos os retratos e esboços conhecidos de homens jovens feitos por Leonardo, mas não foi encontrada nenhuma correspondência. Então, tendo notado semelhanças com o famoso autorretrato de Leonardo em idade avançada, pintado por volta de 1512 — um trabalho de giz vermelho sobre papel, abrigado na Biblioteca Reale de Turim –, Angela se perguntou se o desenho poderia ser um autorretrato de Leonardo mais jovem. 

Futuro e passado

Técnicas de investigação criminal foram usadas para correlacionar digitalmente o desenho com o retrato conhecido do artista e “envelhecê-lo” com tecnologia de reconfiguração facial, afundando os ossos molares e os olhos e enrugando a fronte.

 

À esquerda, a imagem original. À direita, o texto apagado, para exibir a imagem que estava escondida. (Foto: Reuters)

A polícia considerou as duas imagens compatíveis “a tal ponto que podemos considerar razoável a hipótese de que as duas imagens retratam a mesma pessoa”. Os resultados foram validados por um cirurgião plástico, Giuseppe Leopizzi, e verificados novamente por meio digital, quando o autorretrato de Leonardo mais velho foi “rejuvenescido” digitalmente.

Com as rugas removidas e os olhos mais brilhantes, a versão mais jovem do autorretrato mais velho foi superposta ao desenho recém-descoberto, e descobriu-se que era quase idêntica. “Encontrar um novo desenho de Leonardo já é algo espantoso por si só”, disse Angela. “Quando tentei envelhecer o rosto, colocando nele o cabelo e a barba do autorretrato famoso, um arrepio percorreu minha espinha. Parecia um irmão gêmeo de Leonardo.”

O especialista em Leonardo da Vinci Carlo Pedretti, da Universidade da Califórnia, descreveu o desenho como “uma das conquistas mais importantes no estudo de Leonardo, no estudo de sua imagem e também no estudo de seu pensamento”.

Fonte: Da Reuters


Globo Manipuladora!

21/02/2009

Muitas pessoas já sabem que a Tv Globo efetua manipulações em vários assuntos, até o mais importante para o Brasil,  á politica. Mostra-se claro que os presidente que são eleitos foi sob influencia da globo, que recebe em troca direitos para transmitir  ” o nada” , alguma coisa se salva, como os noticiários, mas que tambem mostra apenas o que não ira prejudicar a ela e seus “aliados”.

A Globo é considerada umas das emissoras mais poderosas do mundo,  seu sinal atinge 99,9% da população brasileira com aundiencia nacional passando dos 100milhões de pessoas e uma outra grande parte dos habitantes, é atingida pelos seus outros meios de cumunicações como: as rádios (Globo FM, MultiShow, Radio Globo(Rj) ),  jornais (O Globo, entre outros) , revistas (Editora Globo,  Epóca, entre outras) e a internet (Portal G1). Tanta manipulação no meio da comunicação, que só poderia resultar em informações direcionadas ao interesse e lucro ($).

Hoje em dia uma parte do país vem ganhando outras informações pela internet, informações de seus direitos, onde que esse papel deveria ser feito pela televisão. Por que não trocar o Faustão em um domingo a tarde por um documentário, estudos ou diferentes assuntos que tornaria-se em informações nutritivas?

Telivisão, um inteligente sistema eletrônico que é usado com tanta burrice. Poderiamos estar falando de outra emissora? poderiamos, aqui no Brasil não falta mau exemplos.  RedeTV trasmitindo SuperPop, comandada pela linda Luciana Gimenez, tão inútil que não precisa ser comentado. Outro exemplo,  é  a onda das emissoras menores serem lideradas  por diferentes Religiões, que devem estár pensando, também ,  na manipulação.

Falar de outra emissora não seria tão importante na situação de hoje, pois já sabem, que a Globo é uns do maior poder do Brasil, lamentável, e os outros poderes que deveriam defender as causas da população são feitos por homens que a Globo conduz.

Logo a baixo tem um video que mostra o direito de resposta do Brisola em 15/3/1994.

Mais em baixo tem um documentario feito pela BBC de Londres sobre a GLOBO. Chama-se Além do Cidadão Kane

Informação:

Além do Cidadão Kane é um documentário produzido pela BBC de Londres – proibido no Brasil desde a estréia, em 1993, por decisão judicial – que trata das relações sombrias entre a Rede Globo de Televisão, na pessoa de Roberto Marinho, com o cenário político brasileiro. – Os cortes e manipulações efetuados na edição do último debate entre Luiz Inácio da Silva e Fernando Collor de Mello, que influenciaram a eleição de 1989. – Apoio a ditadura militar e censura a artistas, como Chico Buarque que por anos foi proibido de ter seu nome divulgado na emissora. – Criação de mitos culturalmente questionáveis, veiculação de notícias frívolas e alienação humana. – Depoimentos de Leonel Brizola, Chico Buarque, Washington Olivetto, entre outros jornalistas, historiadores e estudiosos da sociedade brasileira. “Todo brasileiro deveria ver Além do Cidadão Kane”

O Documentário é antigo, 1993, más ah coisas que não mudam.


Galáxia teria 100 bilhões de “Terras”

18/02/2009

Galáxia teria 100 bilhões de “Terras”

Fonte: Zero Hora

A galáxia tem pelo menos 100 bilhões de planetas semelhantes à Terra, afirmou neste sábado um cientista dos Estados Unidos durante a conferência anual da Associação Americana para o Progresso da Ciência, em Chicago.

Alan Boss, do Carnegie Institution of Science, de Washington, disse que muitos desses astros podem ser habitados por formas de vida simples. Até hoje, os telescópios conseguiram detectar mais de 300 planetas fora do Sistema Solar. No entanto, apenas alguns seriam capazes de abrigar a vida. A maior parte são “gigantes de gases”, como Júpiter, enquanto outros orbitam tão perto de seu Sol que os organismos teriam de sobreviver a temperaturas elevadíssimas. Baseado nos planetas descobertos até agora, Boss estimou que os corpos celestes semelhantes ao nosso Sol têm, em sua órbita, um astro semelhante à Terra. Um estudo recente da Universidade de

Edimburgo, na Escócia, tentou quantificar as civilizações inteligentes no espaço e chegou à conclusão de que pode haver milhares.


John Titor – O viajante do tempo. Verdade?Mentira? É mais fácil ter vida inteligente fora da terra ou viajar no tempo?

15/02/2009

Em 2 de Novembro de 2000, alguém que se intitulava Timetravel_0 e mais tarde John Titor, começou a deixar mensagens num forúm dizendo tratar-se de um viajante do tempo vindo do ano 2036. Uma das primeiras coisas que ele fez foi colocar imagens da sua máquina do tempo e o respectivo manual de operações.

Com o passar das semanas, cada vez mais pessoas começaram a questionar John Titor sobre o porquê de ele estar aqui, a Física relacionada com as viagens no tempo e as suas opiniões sobre o nosso tempo. As suas mensagens provocaram fúria, entretenimento e susto. No dia 21 de Março de 2001, John Titor disse que regressaria ao seu tempo. Depois disso, nunca mais ninguem o “viu”. Especulações e investigações para se saber quem era ele e porque estava online, continuam até hoje. Contudo, pode ser fácil considerar tudo isto como ficção científica mas muitas pessoas que leram as suas mensagens concordam que há algo de assombroso acerca dele e sobre o que ele disse. Além do mais, ele fez uma série de comentários “proféticos” que misteriosamente se tornaram realidade.

Contou que já em 1975 esteve em missão para conseguir um computador chamado IBM 5100, pois seria o único no seu futuro a funcionar com linguagens de programação antigas. Perguntaram á IBM se realmente deu por falta de uma dessas unidades que estavam desativadas e guardadas nos seus depósitos. A resposta foi afirmativa!

Um alto funcionário da IBM revelou que o 5100 era dotado de uma rara interface entre sua codificação e o emulador, a qual permitiria a qualquer programador acessar todos os códigos da IBM, tendo sido por isso que tal função foi suprimida por medo da concorrência e também da espionagem industrial.

John Titor avisou-nos que em 2012 um conflito social nos EUA se tornará pior. Durante esse periodo haverá deslocamento de muitas pessoas para regiões afastadas. Os que permanecerem terão os seus direitos civis abalados em nome da “segurança” (Patriot Act II?).

Uma guerra nuclear acontecerá em 2015 matando cerca de 3 bilhões de pessoas. A doença conhecida como “doença das vacas loucas” ou Creutzfeldt-Jakob Disease se propagará , tornando-se devastadora. Nessa época, só devem ser consumidas carnes e seus derivados cujos animais sejam criados pelos próprios donos. John Titor disse que a China colocaria um astronauta em órbita, o que veio a acontecer em outubro de 2003. Predisse também que os fundamentos da viagens no tempo seriam desvendados no CERN!(matéria que desenvolverei dentro de dias).

Disse ainda que não encontrariam armas de destruição maciça no Iraque após um atentado nos EUA (ataques de 11 de setembro de 2001). Contou-nos que o futuro Presidente dos EUA em 2005 (J.W. Bush) seria dotado de políticas desastrosas que minariam os direitos constitucionais (Patriot Act) e ainda perguntou – Do you really think your government is telling you the truth? What proof do you have of any of that? (Vocês acham mesmo que o governo vos está a dizer a verdade? Que provas têm disso?)

(manual e logo da unidade militar de John Titor)

Titor previu ainda conflitos futuros entre os EUA e a China, como também se declarou decepcionado com o materialismo do nosso tempo. Declarou ainda que as pessoas do seu tempo nos viam como aquela Humanidade que teve tudo e não soube aproveitar. Sobre certas coisas do nosso futuro disse-nos que não deveriam ser revelada.

—————————————————————-

Algo que ele indica para se prepar de alguma forma para está tal guerra:

1. Não coma ou use produtos de originários de animais que sejam alimentados com rações de origem animal.
2. Não beije ou tenha relações íntimas com qualquer pessoa que você não conheça.
3. Aprensa o básico sobre medidas de sanitização e purificação da água.
4. Se acostume ao uso de armas de fogo. Aprenda a atirar e a limpar uma arma
5. Obtenha um bom kit de primeiros socorros e aprenda a usá-lo.
6. Encontre 5 pessoas dentro de uma raio de 100 milhas nas quais você pode confiar e mantenha contato com elas
7. Obtenha uma cópia da constituição americana e a leia.
8. Coma menos.
9. Consiga uma biciclete e um par de pneus extras. Pedale 10 milhas por semana.
10. Considere o que você carregaria consigo se você tivesse que deixar sua casa em 10 minutos e nunca mais voltar.

Acho interessante,para o pessoal que estiver interessado, ter em mãos.

Manual de Sobrivivência (Clique Aqui)

Lá no tópico tem 3 links para donwloads a disposição ZIPADO e dentro está em formato .pdf

Qualquer dúvida entrar em contato pj2012.sequaz@gmail.com

—————————————————————-

Mais sites relacionados:

http://www.dominiosfantasticos.xpg.com.br/id440.htm

http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070729094758AAu0JDX

http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=33050.0;wap


Senado americano aprova plano de estímulo econômico

10/02/2009

Pacote teve 61 votos favoráveis e 37 contrários.
Valor da versão aprovada é estimado em US$ 838 bilhões.

Do G1, em São Paulo

O Senado americano aprovou na tarde desta terça-feira (10) a sua versão do pacote de estímulo econômico proposto pelo presidente Barack Obama. Por 61 votos favoráveis contra 37 contrários, o pacote do Senado foi fechado com um valor final de US$ 838 bilhões.

Agora, o plano precisa ser harmonizado com a versão aprovada anteriormente pela Câmara – de US$ 819 bilhões – antes de ser enviado para sanção de Obama, o que pode acontecer até o final da semana.

De acordo com Obama, o principal foco do pacote é gerar cerca de 4 milhões de novos empregos, para compensar os atuais ritmos de demissão registrados no país.

O texto aprovado nesta terça-feira é resultado de um acordo entre a maioria democrata e três senadores republicanos moderados, Susan Collins, Arlen Specter e Olympia Snowe, que aceitaram votar a favor do plano depois de cortar gastos na versão anterior do projeto, que previa quase US$ 940 bilhões.

Placar da votação do pacote de ajuda à economia no Senado americano (Foto: AP)

O caminho para a votação havia sido aberto na noite de segunda, quando o Senado havia superado uma etapa decisiva, ao encerrar a fase de debates sobre o plano. Uma moção para a votação do pacote foi aprovada por 61 votos a favor e 36 contra, um voto a mais do que era preciso.

Resgate dos bancos

A votação no Senado aconteceu pouco após o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, anunciou um novo plano de ajuda a bancos de pelo menos US$ 1,5 trilhão – podendo chegar a US$ 2 trilhões – com o objetivo de retirar ativos tóxicos do mercado e de aumentar o volume de crédito para o consumidor e para empresas.

Esse novo plano é considerado uma revisão do amplamente criticado pacote de resgate a bancos de US$ 700 bilhões aprovado pelo Congresso dos EUA no ano passado, que Geithner afirmou ter sido considerado “injusto e ineficiente”.

O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, apresenta o plano de resgate bancário nesta terça-feira (10). (Foto: AP)

Segundo Geithner, um fundo público-privado que tem o objetivo de reconstruir um mercado para os ativos de risco que atualmente atrapalham o funcionamento de todo o sistema financeiro – como os ligados ao setor de hipotecas – vai receber pelo menos US$ 500 bilhões.

De acordo com o discurso de Geithner, mais US$ 1 trilhão em dinheiro oficial será aplicado para aumentar o volume de crédito para consumidores e empresas no país. O dinheiro virá de capital do Tesouro e de financiamento do Fed. Na verdade, a ajuda ao crédito já existia, mas com gasto bem menor, de US$ 200 bilhões.

Desastre

Na segunda, Obama havia dito que a “paralisia” de Washington no que diz respeito à aprovação do pacote de ajuda à economia poderia “aprofundar o desastre” no país.

O presidente dos EUA, Barack Obama, na base aérea de Fort Myers, na Flórida, onde foi pedir apoio ao pacote de estímulo (Foto: Reuters)

Obama afirmou que o pacote de estímulo econômico que está sendo analisado pelo Congresso dos EUA tem “o tamanho correto” para combater a crise financeira. Ele voltou a advertir que os problemas do país vão piorar se o pacote não for aprovado rapidamente.

“Ele tem o tamanho certo, tem a ‘mira’ certa. Falando amplamente, eles tem as prioridades certas para criar empregos que vão alavancar a nossa economia e transformá-la para o século 21”, disse Obama sobre o pacote em comício em Elkhart, Indiana. Foi o primeiro comício de Obama desde a posse.


Pouco mais tarde, em sua primeira entrevista coletiva coletiva como presidente, Obama voltou a defender a aprovação  do pacote, dizendo que o “governo federal é a única entidade capaz de oferecer recursos para reativar a economia do país, que enfrenta sua maior crise desde a Grande Depressão”.

Só em 2010

Outro que se pronunciou na segunda foi o assessor econômico de Obama, Lawrence Summers. Para ele, a recuperação da economia americana pode não começar antes do início de 2010, disse em entrevista transmitida pela rede de televisão CNN. Segundo ele, a economia americana precisará de apoio nos próximos dois anos.

No domingo Summers já havia declarado que a nova administração americana “herdou o pior sistema financeiro desde a Depressão de 1930”.

http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL995551-9356,00-SENADO+AMERICANO+APROVA+PLANO+DE+ESTIMULO+ECONOMICO.html


A bomba populacional: somos gente demais?

09/02/2009

Homem a praga do planeta terra?

Fonte: O Estado de São Paulo

A bomba populacional: somos gente demais?

Em 1968, Paul Ehrlich, biólogo da universidade de Stanford, nos Estados Unidos, publicou com grande celeuma seu livro ‘The Population Bomb’, onde defende que os países adotem um controle populacional rígido, de modo a evitar uma escassez de alimentos e outros recursos naturais. Na época, ele próprio foi bombardeado por gente da esquerda e da direita. Os detratores da esquerda diziam que ele tinha inspirações nazistas em defender o controle populacional. Os da direita diziam que suas idéias eram uma afronta aos direitos individuais. Ehrlich tinha 36 anos quando publicou o livro. Ele errou ao prever que, nas décadas de 1970 e 1980, milhões de pessoas morreriam de fome por causa da escassez de comida. Mas hoje, aos 76 anos, Ehrlich volta a ser comentado. Suas idéias caíram no gosto dos estudiosos e ativistas da sustentabilidade. Ele manteve sua idéia original – de que o crescimento sem limites da população e o hiperconsumo não são compatíveis com a finitude dos recursos naturais. E mais: junto com sua esposa, Anne Ehrlich, o cientista criou uma fórmula matemática para calcular a pressão dos humanos sobre a Terra: I=PAT. Na equação, I é o impacto ambiental, medido pela multiplicação de P (o tamanho da população de uma área), A (média do consumo individual, medido pelo PIB per capita) e T (tecnologias empregadas e seu impacto em termos de emissões de gases de efeito estufa). O debate neomalthusiano voltou a ganhar espaço face a questões como segurança alimentar, pobreza, suprimento de energia e mudança climática. A população do mundo atualmente está em 6,8 bilhões de pessoas – quatro vezes o tamanho da população há um século atrás – e, embora as taxas médias de fecundidade estejam em queda (2,8 filhos por mulher nas nações mais pobres e 1,6 nas mais ricas), anualmente em torno de 75 milhões de habitantes são acrescentados ao planeta. Há quem diga que o problema não é a quantidade de pessoas no planeta, e sim seu padrão de consumo e também o desperdício de recursos como água e comida. Nesse time, está a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em seu relatório “Perspectivas do Meio Ambiente para 2030”, o grupo prevê que só o “stress hídrico” atingirá 3 bilhões de pessoas. “A população não representa um problema em si. As pressões exercidas sobre os recursos naturais não vem do número de habitantes, mas de seus hábitos de consumo.” Nunca é demais lembrar que a OCDE reúne os países mais ricos do mundo, justamente aqueles que tem o padrão de consumo mais elevado. E os leitores, o que pensam sobre o assunto?