Vírus H1N1 se aproxima da área afetada pela gripe aviária

05/05/2009

05/05/09  – Situação da Gripe H1N1 no mundo. 

Casos Confirmados: 1273  Casos de morte confirmada:27

——————————

O Sudeste Asiático, um dos epicentros da gripe aviária que ressurge a quase cada ano na região, escapou até nesta terça do vírus A (H1N1) da gripe suína, que teve também pouca incidência no resto do continente, com alguns casos na Coréia do Sul e na China.

No momento em que o número de infectados pela gripe suína supera os 1,1 mil no mundo todo, e países da América e da Europa estão entre os mais afetados, o vírus A (H1N1) está cada vez mais próximo das nações do Sudeste Asiático, cujos Governos tentam impedir que a gripe aviária se propague novamente, ativa principalmente no Vietnã e na Indonésia.

Segundo os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), no mundo todo e desde o final de 2003, 257 pessoas morreram por causa da gripe aviária, incluindo 196 nos países do Sudeste Asiático.

A gripe suína, que se originou no México, já chegou até a Ásia, um continente que economicamente depende muito do turismo e da troca comercial, que tem cidades com alta densidade de população e onde alguns Governos de países em desenvolvimento investem pouco dinheiro em infraestrutura de saúde.

Até o momento, a OMS confirmou um caso de contágio humano do vírus A (H1N1) em Hong Kong e outro na Coréia do Sul, ambos em pessoas que recentemente visitaram o México, para onde voltam hoje, em um avião especial, pelo menos 43 mexicanos que foram isolados em Xangai pelas autoridades chinesas.

O avião fretado pelo governo do México deve também fazer escalas em Pequim, Cantão e Hong Kong, onde 270 hóspedes e pessoal do hotel onde foi detectado o primeiro caso de gripe suína passavam o quinto dia de quarentena.

Na Coréia do Sul, as autoridades sanitárias anunciaram hoje o segundo caso de gripe suína, aparentemente o primeiro causado por contágio humano no país, já que a pessoa não viajou para nenhum dos países mais afetados e que convivia com a paciente que foi o primeiro caso no país, informou a agência local Yonhap.

Preocupados com o devastador efeito que a chegada de outro vírus como o H5N1 da gripe aviária pode causar na saúde da população e nas respectivas economias, os sistemas de saúde dos países do Sudeste Asiático estão em estado de alerta máximo.

A OMS reiterou hoje que não recomenda restringir as viagens nem fechar as fronteiras, mas considerou “prudente que aqueles que estão doentes adiem viagens internacionais.

Assim, na Tailândia, passageiros procedentes do México e aqueles com temperatura corporal acima da regular foram colocados em quarentena. Nos aeroportos do Vietnã, Malásia, Cingapura, e Indonésia, as equipes sanitárias realizam exames clínicos nas pessoas suspeitas de estar com qualquer tipo de gripe.

Em Cingapura, onde ainda não foi detectado nenhum caso de pessoa contagiada pela gripe suína e o estado de saúde da população sempre foi uma prioridade do governo, várias escolas pedem que os alunos levem um termômetro para medir a temperatura duas vezes ao dia, como medida de precaução.

Esse é o caso dos estudantes da escola Republic Polytechnic, que são punidos com uma multa de 5 dólares cingapurianos se deixaram de levar o instrumento e são obrigados a colocar os dados na internet para que a direção do centro possa acompanhar o estado de saúde dos alunos.

Se um estudante marca uma temperatura superior a 37,6 durante várias medições, é enviado ao médico. Além da obrigatoriedade de levar termômetro, várias escolas instalaram scanner de medição da temperatura em suas principais entradas e exibem vídeos explicando as precauções que as pessoas devem adotar para evitar o contágio da gripe suína.

EFE

 Terra

———————–

 


Senado americano aprova plano de estímulo econômico

10/02/2009

Pacote teve 61 votos favoráveis e 37 contrários.
Valor da versão aprovada é estimado em US$ 838 bilhões.

Do G1, em São Paulo

O Senado americano aprovou na tarde desta terça-feira (10) a sua versão do pacote de estímulo econômico proposto pelo presidente Barack Obama. Por 61 votos favoráveis contra 37 contrários, o pacote do Senado foi fechado com um valor final de US$ 838 bilhões.

Agora, o plano precisa ser harmonizado com a versão aprovada anteriormente pela Câmara – de US$ 819 bilhões – antes de ser enviado para sanção de Obama, o que pode acontecer até o final da semana.

De acordo com Obama, o principal foco do pacote é gerar cerca de 4 milhões de novos empregos, para compensar os atuais ritmos de demissão registrados no país.

O texto aprovado nesta terça-feira é resultado de um acordo entre a maioria democrata e três senadores republicanos moderados, Susan Collins, Arlen Specter e Olympia Snowe, que aceitaram votar a favor do plano depois de cortar gastos na versão anterior do projeto, que previa quase US$ 940 bilhões.

Placar da votação do pacote de ajuda à economia no Senado americano (Foto: AP)

O caminho para a votação havia sido aberto na noite de segunda, quando o Senado havia superado uma etapa decisiva, ao encerrar a fase de debates sobre o plano. Uma moção para a votação do pacote foi aprovada por 61 votos a favor e 36 contra, um voto a mais do que era preciso.

Resgate dos bancos

A votação no Senado aconteceu pouco após o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, anunciou um novo plano de ajuda a bancos de pelo menos US$ 1,5 trilhão – podendo chegar a US$ 2 trilhões – com o objetivo de retirar ativos tóxicos do mercado e de aumentar o volume de crédito para o consumidor e para empresas.

Esse novo plano é considerado uma revisão do amplamente criticado pacote de resgate a bancos de US$ 700 bilhões aprovado pelo Congresso dos EUA no ano passado, que Geithner afirmou ter sido considerado “injusto e ineficiente”.

O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, apresenta o plano de resgate bancário nesta terça-feira (10). (Foto: AP)

Segundo Geithner, um fundo público-privado que tem o objetivo de reconstruir um mercado para os ativos de risco que atualmente atrapalham o funcionamento de todo o sistema financeiro – como os ligados ao setor de hipotecas – vai receber pelo menos US$ 500 bilhões.

De acordo com o discurso de Geithner, mais US$ 1 trilhão em dinheiro oficial será aplicado para aumentar o volume de crédito para consumidores e empresas no país. O dinheiro virá de capital do Tesouro e de financiamento do Fed. Na verdade, a ajuda ao crédito já existia, mas com gasto bem menor, de US$ 200 bilhões.

Desastre

Na segunda, Obama havia dito que a “paralisia” de Washington no que diz respeito à aprovação do pacote de ajuda à economia poderia “aprofundar o desastre” no país.

O presidente dos EUA, Barack Obama, na base aérea de Fort Myers, na Flórida, onde foi pedir apoio ao pacote de estímulo (Foto: Reuters)

Obama afirmou que o pacote de estímulo econômico que está sendo analisado pelo Congresso dos EUA tem “o tamanho correto” para combater a crise financeira. Ele voltou a advertir que os problemas do país vão piorar se o pacote não for aprovado rapidamente.

“Ele tem o tamanho certo, tem a ‘mira’ certa. Falando amplamente, eles tem as prioridades certas para criar empregos que vão alavancar a nossa economia e transformá-la para o século 21”, disse Obama sobre o pacote em comício em Elkhart, Indiana. Foi o primeiro comício de Obama desde a posse.


Pouco mais tarde, em sua primeira entrevista coletiva coletiva como presidente, Obama voltou a defender a aprovação  do pacote, dizendo que o “governo federal é a única entidade capaz de oferecer recursos para reativar a economia do país, que enfrenta sua maior crise desde a Grande Depressão”.

Só em 2010

Outro que se pronunciou na segunda foi o assessor econômico de Obama, Lawrence Summers. Para ele, a recuperação da economia americana pode não começar antes do início de 2010, disse em entrevista transmitida pela rede de televisão CNN. Segundo ele, a economia americana precisará de apoio nos próximos dois anos.

No domingo Summers já havia declarado que a nova administração americana “herdou o pior sistema financeiro desde a Depressão de 1930”.

http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL995551-9356,00-SENADO+AMERICANO+APROVA+PLANO+DE+ESTIMULO+ECONOMICO.html


Ovni na posse de Barack Obama o que será?

27/01/2009

O zum zum da internet, é uma filmagem feita pela CNN , que mostra uma “mancha” preta passando perto do obelisco na posse de Obama. Ai fica a dúvida ovni?Pássaro? Super Man?

O que vocês acham?? Olhem a filmagem:

Comentem!


Site Oficial da Casa Branca ( White House)

26/01/2009

O Site da casa Branca ganha nova aparência logo após da posse de Barack Obama. Página limpa, com tons de azuis e branca.

Obama também é conhecido por usar muito a internet para se comunicar com seus eleitores. Barack Obama recebeu da Agência de Segurança, um celular especial, com custo de R$7.000,00, quê trará mais segurança na linha onde dificultara grampos de espiões.


Obama ordena fim de Guantánamo e das prisões secretas da CIA

23/01/2009

Publicado em 23/01/200

Presidente assina ordem que põe fim às medidas antiterror da era Bush; Hillary anuncia enviados de paz ao Afeganistão e Oriente Médio

Afirmando que os ideais americanos “dão força e apoio moral suficientes para combater o terrorismo”, o presidente dos EUA, Barack Obama, assinou ontem as ordens executivas que dão prazo de um ano para pôr fim ao campo de detenção em Guantánamo, em Cuba, e às prisões secretas mantidas pela CIA fora do país. As instalações serviam como espécie de entreposto usados antes de suspeitos serem enviados à Guantánamo.

Para que o cronograma seja cumprido, Obama terá seis meses para decidir sobre questões difíceis, como o que fazer com os terroristas que não podem ser julgados nos EUA.

Enviados

O dia de ontem também marcou o início do trabalho de Hillary Clinton à frente do Departamento de Estado. Ela anunciou que Obama escolheu o ex-embaixador na ONU Richard Holbrooke como enviado ao Paquistão e ao Afeganistão. O ex-senador George Mitchell será o enviado ao Oriente Médio. Os dois terão a difícil missão de negociar o fim dos conflitos nas regiões. Durante a apresentação, Obama discursou e ressaltou que os EUA estão “comprometidos com a segurança em Israel”. Ele também pediu a abertura das fronteiras com a Faixa de Gaza. l

GAFE OBRIGA americano A REFAZER JURAMENTO

O presidente dos EUA, Barack Obama, teve de prestar seu juramento pela segunda vez na noite de quarta-feira, já na Casa Branca, menos de 24 horas depois de tomar posse. O juramento foi refeito porque, na cerimônia oficial, algumas palavras estavam fora da sequência correta. A gafe foi cometida pelo presidente da Suprema Corte dos EUA, Robert Johnson, o que induziu Obama ao erro. Johnson, também novato na cerimônia, inverteu a ordem de palavras na parte do juramento que diz: “Juro solenemente desempenhar com toda a fidelidade o cargo de presidente dos EUA”. Ele falou “presidente dos EUA” antes de “toda a fidelidade”. O juramento foi refeito para evitar complicações jurídicas.

Na presença de seus assessores, Obama assina ordem executiva que muda a política de combate ao terror
ap

Falha nossa: ante o juiz Robert Johnson, Obama refaz o juramento
DIVULGAÇÃO/CASA BRANCA

(da redação)

Fonte: http://www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?id=10,32023


Barack Obama no PJ 2012 Sequaz

23/01/2009

Vou criar aqui no blog, uma categoria onde só será postada as principais “atuação” de Barack Obama. Assim quando precisarem é só acessarem o blog e acharam notícias sobre as ações de Obama e também encontraram documentários.

Os post sempre terão esse selo que encontrei na internet. Acho melhor não, a página ficara mais simples e não ficara mais pesada.

shepard-fairey-barack-obama1

“Se alguém quiser enviar algo que for importante mande para o nosso email, pj2012.sequaz@gmail.com