Afinal, por que 2012? Por porque2012.com

10/04/2009

maia-20121Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o “apocalipse”, o “fim do mundo”, “o juízo final”, “o fim de um ciclo” e, nos mais otimistas, “o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada”. Maias, Egípcios, Celtas, Hopis, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças afirmam que algo extraordinário ocorrerá em nosso planeta em 2012 (ou antes). Nunca antes uma data foi tão importante para muitas culturas, para muitas religiões, cientistas e governos. Na cosmologia Maia, há 5 grandes ciclos, cada um com cerca de 5.125 anos. Quatro já passaram. ” Os 4 ciclos anteriores terminaram em destruição. A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012.” diz Steven Alten. Portanto o 5 e atual ciclo também terminará em destruição. O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. “A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos” diz John Major Jenkins, autor do livro Maya Cosmogenese 2012. A cada 26.000 anos o sol se alinha com o centro da Via Láctea. Ao mesmo tempo ocorre outro raro fenômeno astrológico, uma mudança do eixo da terra em relação a esfera celeste. O fenômeno se chama Precessão. A data exata disto tudo é 21 de dezembro de 2012. “A Terra oscila lentamente sobre seu eixo mudando nossa orientação angular em relação a galáxia. Uma precessão completa leva 26.000 anos.” diz John Major Jenkins. Mas o que de fato acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012? Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual. Até já estão sendo desenvolvidos novos mapas da geografia terrestres após as alterações físicas que supostamente ocorrerão. Especula-se que a Europa e a América do Norte sofrerão um deslocamento de milhares de quilômetros em direção ao Norte, e seu clima se tornará polar. Veja mapas pós 2012 aqui. Para a surpresa de muitos, em 2008 apareceu um Crop Circle (círculos nas plantações) indicando a formação planetária em 2012 e talvez querendo nos alertar para algo que ocorrerá em 21/12/2012. Outros falam que grandes cataclismos serão gerados devido a passagem de um astro/cometa/planeta perto da Terra. Seria o “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel, a “grande estrela ardente com um facho, chamada Absinto” do Apocalipse de João, a “grande estrela“, “o grande rei do terror“, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” de Ramatis, o “planeta chupão” citado por Chico Xavier, ou o “Planeta X” procurado pelos astrônomos, ou o “12º planeta” de Zecharia Sitchin, ou o “Nibiru/ Marduk” dos Sumérios, ou ainda o “Hercólubus” da turma da Gnose. Para os cientistas da NASA a data será marcada pelas piores tormentas solares da história. Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício. Na 14ª Conferência das Nações Unidas sobre a mudança climática, no início de dezembro de 2008, o ministro polonês do Meio Ambiente, Maciej Nowicki, considerou que a “humanidade com seu comportamento já empurrou o sistema do planeta Terra a seus limites”. “Continuar assim provocaria ameaças de uma intensidade jamais vista: enormes secas e inundações, ciclones devastadores, pandemia de doenças tropicais e até conflitos armados e migrações sem precedentes”, lançou, pedindo aos negociadores que não “cedam a interesses particulares obscuros neste momento em que devemos modificar a direção perigosa que a humanidade tomou”.

Continue lendo »

Anúncios

Documentários sobre 2012 – History Channel

05/02/2009

History Channel faz ótimos documentários.

Em 1880 um estudioso alemão começou a estudar o código detalhadamente. Conseguiu decifrar os hieróglifos e ver a visão que os maias tinham do futuro e do universo. Os especialistas logo descobriram que o códice continha uma série de previsões astronômicas. Os eclipses e ciclos lunares e venusianos estavam claramente representados. Era um diagrama da atividade galáctica que se estendia por milhares de anos no futuro. Eles também perceberam que o código apresentava um calendário, mais avançado até
mesmo que os atuais. Dentro deste calendário parecia haver previsões ligadas a diferentes eras históricas. Para entender as profecias maias, inclusive a do fim do mundo, era preciso entender como este calendário se organizava, o que não era tarefa fácil. Demorou mais de século para desvendar o calendário na qual as
profecias se baseiam, Ainda incompleto, o minucioso trabalho de decifrar o Códice de Dresden e compará-lo as inscrições maias nos monumentos continua. A maior certeza até agora que os cientistas chegaram é que os maias eram obcecados pelo tempo e tinham uma visão muito diferente da nossa. Para eles o tempo era cíclico. Algo que aconteceu no passado certamente voltará a acontecer continuamente. Para nós o tempo é linear.

“A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012.” diz Steven Alten. Portanto o 5 e atual ciclo também terminará em destruição. O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. “A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos” diz John Major Jenkins, autor do livro Maya Cosmogenese 2012.

Segue a baixo uma lista de videos do documentário Os Maias e A Profecia do Jui­zo Final, vou ver se consigo upar no Canal do Sequaz 2012 Youtube. E mais tarde edito e coloco aqui.

São seis partes:

1/6

2/6

3/6

4/6

5/6

6/6



A Grande estrela que se aproxima.

25/12/2008

nibiru_and_the_anunnaki21A astronomia já possuiu estudos de que uma grande estrela se aproxima da Terra, que possui uma órbita perpendicular ao do nosso planeta, e que passará bem perto de nós, causando grandes alterações magnéticas. A data parece transitar próximo de 2012. Vejam informações mais detalhadas nesta apresentação de power point que circula na internet (http://www.megaupload.com/?d=X3NSXLED). O que a apresentação mostra é bastante catastrófico e alarmante, o que não é o intuito do blog, portanto para quem estiver interessado veja a apresentação e tire suas próprias conclusões. Este astro intruso em nosso sistema solar teria grande importância na transição planetária, como nos o livro: “A Nova Era, orientações espirituais para o terceiro milênio”, obra mediúnica de Roger Bottini Paranhos, orientada pelo Espírito Hermes. Transcreverei alguns trechos importantes sobre o tema:

PERGUNTA: – Como podemos nos certificar dede que estamos vivendo realmente esse período chamado de transição planetária?

HERMES: – Os mais sensíveis já podem sentir na intimidade do ser que vivemos uma era de transição. O planeta já se apresenta saturado de cargas tóxicas que causam ansiedade e desconforto nos eleitos e angústia e desespero nos futuros exilados. Outros fatores mais convincentes se farão presentes no decorrer das próximas décadas, como por exemplo a intensificação da decadência moral da sociedade mundial. Mas talvez os mais visíveis sejam a aproximação de um grande astro nos céus que será visto a olho nu, tanto de dia como à noite, durante vários dias. A aproximação desse astro causará grande excitação nos futuros exilados e uma estranha sensação de paz nos cordeiros de Deus, pois será o delimitador definitivo da Grande Mudança. Além da presença desse astro intruso ao sistema Solar, ocorrerá uma gradual verticalização do eixo da Terra que causará alterações climáticas e mudanças na face do globo. Esta será uma providência para o início da recuperação do ecossistema terreno, que estará muito abalado pelo excesso de poluentes e pelos grandes prejuízos à camada de ozônio do planeta.

Hermes nos fala também sobre o processo de atração magnética que o astro exercera na Terra (a marca dos exilados era o tema em que era falado antes desta pergunta):

PERGUNTA: – E quando ao mecanismo de seleção e encaminhamento dos exilados para o mundo inferior, como se processa?

HERMES: – Perdão! Estendi-me demasiadamente na “marca dos exilados” e terminei não completando a resposta anterior. O processo de encaminhamento dos exilados se dará por atração magnética. Eis a finalidade da passagem do astro intruso pela órbita terrestre. Durante o período em que ele exercer seu poder de influência sobre a aura da Terra, ocorrerá um poderoso processo de atração magnética que arrastará todas as almas em sintonia com baixas faixas vibratórias.

PERGUNTA: – Não haverá como relutar?

HERMES: – Não, porque os espíritos atraídos para o astro intruso estarão sob um efeito sedativo e hipnótico que os deixará sonolentos e sem ação ante essa poderosa ação magnética.

  1. A nova Era (fonte)
  2. Apresentação do PowerPoint(pps)